Pular para o conteúdo. Ir para a navegação

Portal IDIS

Seções
Ações do documento

Instituto Avon investe em parcerias público-privadas para ganhar escala em mudança social

23/03/2012 – Os Centros de Referência da Mulher e o Projeto de Qualidade dos Serviços de Mamografia do Sistema Único de Saúde (SUS), iniciativas do poder público que contam com o apoio do Instituto Avon, comprovam a eficácia que as parcerias público-privadas podem contribuir para transformar a realidade dos serviços públicos.

lirio-cipriani_instituto
Segundo o diretor-executivo do Instituto Avon, Lírio Cipriani, os projetos da organização sempre buscam estabelecer parcerias público-privadas como forma de ganhar escala. “Envolvendo os serviços públicos, consequentemente acabamos influenciando as políticas públicas.”

O Instituto Avon foi criado em 2003 com a missão de direcionar os investimentos sociais da Avon Brasil com o foco no bem-estar e na saúde da mulher. “Naquela época, tínhamos o programa de apoio à detecção precoce do câncer de mama - que era o nosso principal foco. Em 2004, a Avon Foundation dos Estados Unidos lançou uma campanha contra a violência doméstica. Nós lançamos esta campanha aqui em 2008, com o slogan ‘Fale sem medo: não à violência doméstica’.  Desde então trabalhamos com esses dois temas: diagnóstico precoce do câncer de mama e a erradicação da violência doméstica”, diz Cipriani.

Nos últimos quatro anos, o Instituto Avon tem apoiado a criação de centros de prevenção de câncer de mama. O diretor-executivo explica que o centro é um local ligado a um hospital, universidade ou a um hospital universitário, onde a mulher recebe atendimento integral em todas as fases do tratamento - exames para diagnóstico, radioterapia, quimioterapia e cirurgia. O objetivo é aumentar o número de diagnósticos nos estágios iniciais da doença e, assim, diminuir a mortalidade. Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), em 2012  o País deve ter cerca de 52 mil novos casos de câncer de mama – o de maior incidência entre as mulheres.

Para a criação de um novo centro de referência em saúde da mulher foi realizada uma parceria entre a Faculdade de Medicina de Jundiaí (SP), a Secretaria Municipal de Saúde da cidade e a Fundação Dr. Jayme Rodrigues. “A Fundação está recebendo os recursos do Instituto Avon e será a responsável pelo projeto. O Centro será construído com estrutura para exames clínicos, mamografia, biópsia e ultrassonografia.”  O diretor-executivo diz que o objetivo do centro é proporcionar maior qualidade no atendimento e reduzir o tempo de espera entre o diagnóstico e o início do tratamento.

Outra iniciativa que atestou a eficácia das parcerias entre o setor público e privado foi o sucesso do projeto-piloto de qualidade dos serviços de mamografia do SUS, que inspirou o INCA a propor ao Ministério da Saúde um programa nacional nos mesmos moldes. Desenvolvido em quatro capitais – João Pessoa (PB), Goiânia (GO), Belo Horizonte (MG) e Porto Alegre (RS) – o projeto foi realizado em parceria com o Colégio Brasileiro de Radiologia (CBR) e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e teve como objetivo comprovar a qualidade dos equipamentos, das avaliações dos radiologistas e profissionais envolvidos com o exame de mamografia, de acordo com normas e padrões de qualidade da Anvisa e CBR.

Sujeira ou chapas tremidas e riscadas, filmes inadequados para este fim, revelações mal feitas e utilização errada do aparelho são alguns dos problemas que acabam levando a um diagnóstico errado ou tardio. Para Cipriani, é importante que as mulheres façam a mamografia, que o exame tenha qualidade para a paciente ter certeza do diagnóstico.

Este ano, o projeto será lançado com abrangência nacional. “Temos uma reunião marcada com o INCA, em abril. Como pioneiro com esse projeto-piloto, o Instituto Avon tem interesse em participar do projeto nacional também”, diz ele.

Segundo Cipriani, o investimento social privado pode influenciar na criação e desenvolvimento de políticas públicas. Para isto, o Instituto Avon procura apoiar os projetos com organizações que mantém parcerias com o serviço público, pois atuando desta forma é possível influenciar as políticas públicas existentes.

(Foto: Divulgação - Instituto Avon)

Acessar


Esqueceu sua senha?
Novo usuário?
Cadastre-se para receber o InVista Social - Boletim do Investidor Social.

Parceiros


 

Impulsionado pelo Plone, o Sistema de Gerenciamento de Conteúdos de Código Aberto