BNDES e o Investimento Social Corporativo

No mês de julho, o IDIS teve a oportunidade de organizar, junto com o BNDES, o evento de lançamento da nova Política Socioambiental de Mercado de Capitais do banco.

Na ocasião, Paula Fabiani, presidente do IDIS, pôde falar para uma plateia de cerca de 70 pessoas, todas ligadas a empresas que se relacionamento com o BNDES, sobre a importância do Investimento Social Corporativo.

Com um volume relativamente modesto, frente à riqueza do universo empresarial brasileiro, o Investimento Social Corporativo costuma girar em torno de R$ 2 bilhões de reais ao ano. Já as doações realizadas por pessoas físicas, alcançam um patamar, pelo menos, quatro vezes maior.

Paula também falou sobre a tendência, cada vez presente, das empresas alinharem o Investimento Social ao próprio negócio, buscando iniciativas que tragam impacto positivo em ambos os campos.

Ela também destacou as causas mais frequentemente apoiadas pelas empresas: Educação, Formação de Jovens para o Trabalho, e Cultura e Arte. Enquanto que Comunicação, Saúde e Assistência Social são as causas que menos recebem recursos das companhias.

O objetivo da palestra de Paula Fabiani foi destacar a relevância do Investimento Social Corporativo para o desenvolvimento do país e explicar a importância das novas diretrizes do BNDES, que, cada vez mais, inclui o critério de contribuição social, entre os que são considerados na hora de investir em uma corporação.