Palestrantes

Aline Odara

Idealizadora e Diretora Executiva do Fundo Agbara

Aline Odara é cientista, pedagoga, pesquisadora de relações étnico-raciais, candomblecista, apaixonada pela cultura afro-brasileira e ativista pela luta de Equidade Racial. É idealizadora e Diretora Executiva do Fundo Agbara, o primeiro fundo filantrópico de Mulheres Negras no Brasil, que tem como missão lutar por Justiça Econômica para Mulheres Negras. É vencedora do Prêmio Empreendedor Social da Folha de SP 2023, uma das 100 mulheres inovadoras pela Época Negócios 2023, vencedora do Black Women Give Back 2023 (EUA) e finalista do Prêmio Inspiradoras AVON/UOL 2023.

Ana Fontes

Fundadora da Rede Mulher Empreendedora (RME)

É empreendedora social, fundadora da Rede Mulher Empreendedora (RME), e do Instituto RME. Vice-Presidente do Conselho do Pacto Global da ONU Brasil, e Membro do Conselhão da Presidência da República – CDESS.

Delegada líder do W20, grupo de engajamento do G20. Conselheira da Seguros Unimed, do Instituto Avon, e da UAM/Grupo Anima

Vencedora dos Prêmios: Empreendedor Social 2023 na categoria Inclusão Social e Produtiva, e do Executivo de Valor 2023 na Categoria Empreendedorismo Social. Foi eleita uma das mulheres mais poderosas do Brasil pela Revista Forbes Brasil, em 2019, e capa da edição sobre diversidade, inclusão e equidade, em 2022. Em março de 2022, lançou seu primeiro livro, “Negócios: um assunto de mulheres – A força transformadora do empreendedorismo feminino”.

Cida Bento

Co-fundadora e conselheira do Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdades

Maria Aparecida da Silva Bento, ou Cida Bento, nasceu em São Paulo (SP). Doutora em psicologia, defendeu em 2002 a tese intitulada “Pactos narcísicos no racismo: branquitude e poder nas organizações empresariais e no poder público”. É conselheira e uma das fundadoras do Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdades (Ceert). Foi professora visitante na Universidade do Texas e, em 2015, foi eleita pela revista britânica The Economist uma das cinquenta pessoas mais influentes do mundo no campo da diversidade.

Cristiane Sultani

Fundadora do Instituto Beja

Cristiane Sultani é formada em Direito, Mestre em Direito Bancário, com especialização em direito societário e em investimentos de impacto. Cristiane atuou como advogada durante 23 anos na Bolsa de Valores de São Paulo, no banco BBA-Creditanstalt; foi sócia do Family Office Consenso, executiva no Itaú Unibanco e sócia do Veirano Advogados. Desde 2014, atuou como COO do Family Office Pedro Alberto Fischer, do qual é o CEO atualmente. Cristiane fundou o Instituto Beja, uma organização de impacto social, em 2021, do qual é Presidente do Conselho de Administração. Como filantropa e investidora de impacto, Cristiane é associada do Instituto de Cidadania Empresarial, do The Forward Global e do Synergos GPC.

Denise Carvalho

Gerente Sênior de Monitoramento e Avaliação no IDIS

Formada em Relações Internacionais pela Universidade de Brasília (UnB), possui mais de 20 anos de experiência em desenho, gestão, monitoramento e avaliação de projetos de desenvolvimento social e empresarial, tendo trabalhado em Organismos Internacionais (Nações Unidas no Brasil e na Guiné Equatorial), empresas privadas (PwC e Polaris Participações) e no Terceiro Setor (FNP, Caritas Suíça, Instituto Votorantim, Fundação Abrinq). Denise também possui uma pós-graduação em Avaliação de Resultados e Impactos de Organizações e Programas Públicos, pela Universidad del Litoral (Argentina) e um Mestrado em Empreendedorismo e Inovação, pelo BI International, e especializações no país e no exterior. Atualmente, é aluna do Mestrado em Avaliação pela Universität des Saarlandes (Alemanha). Denise também adquiriu, em 2023, pela Social Value International, a certificação no protocolo de avaliação de impacto Social Return on Investment Accredited Practioner.

Eliane Trindade

Editora do Prêmio Empreendedor Social da Folha de S.Paulo

Graduada em Comunicação Social pela Universidade de Brasília em 1990, fez pós-graduação em Ciências Políticas na Universidade de Pisa (Itália) em 1993. Trabalhou nas revistas IstoÉ, Época, Marie Claire, IstoÉ Gente e Revista da Folha. Atualmente é editora do Prêmio Empreendedor Social, uma parceria da Folha de S.Paulo e da Fundação Schwab, e também titular da coluna Rede Social. Em 2002, venceu o prêmio Ayrton Senna de Jornalismo com a reportagem ‘O que eles vão ser quando crescer’. Em 2005, lançou o livro-reportagem ‘As Meninas da Esquina’ (Ed. Record), em que reuniu os diários de seis meninas vítimas de exploração sexual no Brasil. A obra inspirou o filme ‘Sonhos Roubados’ (2009), dirigido por Sandra Werneck e protagonizado pela atriz Nanda Costa.

Giuliana Ortega

Diretora de Sustentabilidade da RD – Raia Drogasil

Possui 20 anos de experiência profissional trabalhando com sustentabilidade e investimento social privado.

Atuou por cinco anos como Head do Escritório Regional da Laudes Foundation (antiga C&A Foundation) no Brasil. Nesta posição, liderou localmente o trabalho da fundação nas áreas de: economia circular, direitos humanos, trabalho decente, justiça de gênero, engajamento comunitário, matérias primas sustentáveis e agricultura orgânica. Também liderou a agenda global de aprendizagem.

Suas experiências profissionais também incluem passagens pela C&A, Instituto Ethos e Natura. Nestas organizações, atuou na criação e implementação de estratégias de sustentabilidade do negócio, na gestão de conformidade de cadeias de fornecimento e no desenvolvimento de pesquisas e normas internacionais de sustentabilidade. 

Giuliana é formada em Administração pela FEA-USP, com pós-graduação em Governança Global pelo German Development Institute e Mestrado em Sustentabilidade e Responsabilidade pela Ashridge-Hult University, no Reino Unido. Atualmente, também atua como membro do Conselho do Instituto C&A, do Instituto ACP e da organização holandesa Hiil (The Hague Institute for Innovation of Law).  

Grace Maingi

Diretora Executiva da Kenya Community Development Foundation (KCDF)

A KCDF iniciou seu trabalho no Quênia em 1997 como uma fundação pública que apoia nacionalmente as comunidades a abordarem suas necessidades e desafios prioritários de forma sustentável. O foco da KCDF é em comunidades prósperas e resilientes. Nossa filosofia é que as comunidades têm a capacidade de mitigar, se adaptar e se recuperar de choques e estresses de forma a reduzir a vulnerabilidade crônica.

Grace é advogada de direitos humanos que tem trabalhado, nos últimos vinte e três anos, no setor sem fins lucrativos no Quênia. Seu trabalho tem se concentrado no desenvolvimento comunitário, educação cívica e engajamento, constitucionalismo, promoção de eleições livres e justas, direitos das mulheres e crescimento dentro da profissão jurídica no Quênia. Sua paixão pela justiça social e desenvolvimento comunitário está alinhada com seu principal impulso para reduzir a desigualdade.

 

José Luiz Egydio Setúbal

Presidente e instituidor da Fundação José Luiz Egydio Setúbal

José Luiz Egydio Setúbal, possui graduação em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo; residência Médica pela Faculdade de Medicina de USP, com especialização em pediatria; “Programa de Liderança Executiva em Desenvolvimento da Primeira Infância” pelo Centro de Desenvolvimento da Criança da Harvard University; pós-graduação em “Economia e Gestão da Saúde” pela UNIFESP. 

Atualmente é presidente e instituidor da Fundação José Luiz Egydio Setúbal, vice-presidente do Instituto PENSI, presidente do conselho da Associação Fundo Areguá, é membro do conselho da Fundação da Sociedade Brasileira de Pediatria, Associação Paulista de Fundações, Fundação Tide Setubal, Gerando Falcões e Santa Casa de Misericórdia de SP, também é membro titular da Academia Brasileira de Pediatria, atuou como conselheiro em inúmeras organizações sociais. Foi provedor da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo e atua como patrono de várias instituições de cultura do Brasil.

Luiz Sorge

Presidente do Conselho do IDIS & CEO da BNP Paribas Asset Management Brasil

É graduado em Engenharia com Pós-graduação em Administração de Empresas pela Fundação Armando Álvares Penteado e Programa de Educação Continuada em Cenários Econômicos pela Fundação Getulio Vargas (FGV-SP). Com 20 anos de experiência na Indústria de Asset Management, ele se juntou ao grupo BNP Paribas em 2001, onde atualmente ocupa o cargo de CEO da BNP Paribas Asset Management Brasil. 

Anteriormente trabalhou nos Bancos HSBC e CCF. É Vice-Presidente da ANBIMA – Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais, Presidente do Conselho do IDIS – Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social e Membro do Conselho do BancoEstado S.A. Administradora General de Fondos (BEAGF) – Chile. Adicionalmente, Luiz Sorge detém a Certificação CFP®.

 

Marcelo Modesto

Gerente de projetos no IDIS

É jornalista e gestor ambiental, tendo trabalhado em consultoria nos últimos 12 anos. Neste período, desenvolveu projetos de responsabilidade social corporativa e ESG para marcas como Natura, Klabin, Cultura Inglesa, Unilever, dentre outras. Teve experiência no poder público, na Fundação Theatro Municipal de São Paulo, e é consultor de estratégia na Morada Comum, parte da rede global Our Common, que busca promover o bem comum pela natureza. Atualmente é mestrando em gestão integrada de recursos naturais, na Humboldt-Universität zu Berlin, com foco em agricultura, análise de políticas públicas e governança.

Maria Amalia Souza

Fundadora e Diretora de Desenvolvimento Estratégico do Fundo Casa Socioambiental

Sua carreira de mais de 38 anos foi dedicada a desenhar estratégias para assegurar que os recursos da filantropia alcancem as comunidades mais excluídas que trabalham pela justiça socioambiental no Sul Global.  Ela faz parte do Conselho Diretor da AIDA-Asociación Interamericana para la Defensa Ambiental, serviu por 6 anos no Comitê Gestor da Human Rights Funders Network,  e é co-fundadora da Rede Comuá de Filantropia para a Justiça Social, e da Alianza Socioambiental Fondos del Sur.  Ela advoga pela urgente distribuição de recursos para o Sul Global através de palestras globais e engajamento com os espaços da filantropia internacional.  Em 2023 ela foi reconhecida pelo Global Landscapes forum como uma das “16 Mulheres que Restauram o Planeta”  e recebeu da Up With People,  o Prêmio J. Blanton Belk para Excepcional Contribuição para a Humanidade.

Paula Fabiani

CEO do IDIS

Paula Jancso Fabiani, CEO do IDIS, tem sua trajetória marcada pela atuação nos campos da filantropia e cultura de doação, estando à frente de iniciativas como a Pesquisa Doação Brasil, o Fórum Brasileiro de Filantropos e Investidores Sociais e a Coalizão pelos Fundos Patrimoniais Filantrópicos. Em 2020, ganhou o Prêmio Folha Empreendedor Social pela liderança do Fundo Emergencial da Saúde – Coronavirus Brasil. No campo da incidência política, teve sucesso na aprovação de duas legislações, nos âmbitos estadual e federal. Autora de dois livros sobre Fundos Patrimoniais e de livro sobre Primeira Infância, Paula é a única brasileira certificada na metodologia de avaliação de impacto SROI (Social Return on Investment) pela Social Value UK. Economista formada pela FEA-USP, com MBA pela Stern School of Business – New York University e especializações no país e no exterior, é co-fundadora do Catalyst 2030 Brasil, membro do Conselho do Idec, e também integra o comitê consultivo do Programa BTG Soma, do Pacto de Promoção da Equidade Racial o Steering Committee do Global Philanthropy Forum. Atualmente, é aluna do Doutorado em Administração da FGV, na linha de pesquisa Gestão de Operações e Sustentabilidade.

Philip Yun

Co-Presidente e Co-CEO do CCWA e do Global Philanthropy Forum

A carreira de Philip W. Yun abrange os setores privado e público nos últimos 40 anos, com experiência em assuntos de segurança, política externa, diplomacia, desenvolvimento internacional, direito, negócios, política e filantropia. Atualmente, ele é Co-Presidente eand Co-CEO da Commonwealth Club World Affairs of California (CCWA) e do Global Philanthropy Forum (GPF).

Anteriormente, o Sr. Yun foi Diretor Executivo e Diretor de Operações do Fundo Ploughshares. Antes de ingressar no Fundo, ele foi vice-presidente da The Asia Foundation (2005-2011), bolsista Pantech em Estudos Coreanos no Shorenstein Asia Pacific Research Center da Universidade Stanford (2004-2005) e vice-presidente da empresa de private equity H&Q Asia Pacific (2001-2004).

O Sr. Yun foi nomeado pelo presidente no Departamento de Estado dos EUA (1994-2001), atuando como Assessor Sênior do Secretário Assistente de Estado para Assuntos do Leste Asiático e do Pacífico. Antes de servir no governo, exerceu a advocacia em escritórios em São Francisco e Seattle, e foi também consultor jurídico em Seul, Coreia.

O Sr. Yun frequentou a Brown University e a Columbia University School of Law. Ele é membro do Conselho de Relações Exteriores e membro emérito do Conselho de Governadores do Instituto Watson de Estudos Internacionais da Brown University.

Renata Piazzon

Diretora Geral do Instituto Arapyaú 

Renata Piazzon é Diretora Geral do Instituto Arapyaú, liderando as áreas de comunicação, conhecimento, internacionalização e redes. Através delas, mobiliza a sociedade civil, filantropia, academia, setores público e privado para fomentar redes transformadoras e iniciativas estruturantes capazes de criar soluções sistêmicas e escaláveis. Também atua como co-facilitadora da Coalizão Brasil Clima Florestas e Agricultura e é co-fundadora da iniciativa Uma Concertação pela Amazônia.

Renata é formada em Direito, possui mestrado em Direito Ambiental e realizou cursos na Harvard Kennedy School, Schumacher College, Amani Institute e Homeward Bound. Ao longo de sua carreira foi reconhecida pela Chambers Latin America, Who’s Who Legal, The Legal 500 e pelo Prêmio ABRAPS 2017. Como uma liderança emergente na agenda de mudanças climáticas, Renata participou da equipe de transição para o Meio Ambiente de 2022 do Governo Federal e, atualmente, é membro do Conselho para o Desenvolvimento Econômico e Social Sustentável da Presidência (CDESS).

Roberta Faria

CEO da MOL Impacto

Roberta Faria é jornalista, empreendedora social, cofundadora e CEO da MOL Impacto, organização que já doou mais de R$ 70 milhões para mais de 200 organizações sociais a partir da venda de produtos sociais customizados e da realização de diversos projetos inovadores de impacto social em parceria com grandes marcas brasileiras, como Raia Drogasil, Petz, Ri Happy, PBKIDS, Riachuelo e Marisa. Roberta é também cofundadora do Instituto MOL, organização social dedicada a promover a cultura de doação no Brasil. É vencedora do Prêmio Empreendedor Social da Folha de S.Paulo e laureada pela Fundação Schwab, braço social do Fórum Econômico Mundial. Mãe de quatro filhos, vive em Ilhabela (SP). 

 

Robson Melo

Cofundador da Estante Mágica

É cofundador da Estante Mágica, empresa de impacto social que há quinze anos já transformou mais de 2,5 milhões de crianças em autores de seus próprios livros, tendo atuado em mais de 10 mil escolas em todo Brasil e mais 8 países. Pai da Isadora e da Helena (autora Estante Mágica aos seis aninhos), é mestre em Direito Urbanístico pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, mas é apaixonado mesmo pela educação, sendo membro da rede de líderes da Fundação Lemann, palestrante do TEDx Educação e último vencedor do Prêmio Empreendedor Social do Ano da Folha de São Paulo e Fundação Schwab, na categoria Inovação para o Século XXI.

Sergio Fausto

Diretor Geral da Fundação Fernando Henrique Cardoso

Sergio Fausto é Diretor Geral da Fundação Fernando Henrique Cardoso, codiretor do Projeto Plataforma Democrática e coeditor da série de livros “O Estado da Democracia na América Latina”. Faz parte do Grupo de Análise da Conjuntura Internacional da Universidade de São Paulo (Gacint-USP).

Durante os mandatos presidenciais de Fernando Henrique Cardoso (1995-1999 e 1999-2003), foi assessor do Ministério da Fazenda, do Ministério do Desenvolvimento e Comércio Exterior e do Ministério do Planejamento. Em 2012, foi premiado com o Gus Hart Fellowship, prêmio anualmente concedido para acadêmicos e policy makers por sua contribuição para a democracia e o desenvolvimento na América Latina.

Entre suas publicações estão: Difícil Democracia (Paz e Terra,, 2011), editor; Brasil e América del Sur: Olhares Cruzados (Siglo XXI, 2012), editor e autor; e Brasil e América Latina: Que Tipo de Liderança é Possível? (Plataforma Democrática, 2013), editor e autor. Também é autor do capítulo “Modernization under Democracy”, presente no livro Concise History of Brazil, de Boris Fausto, lançado pela Cambridge University Press em 2014.

É membro do conselho consultivo do Instituto Palavra Aberta e do conselho de sócios do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento.

Tarcila Ursini

Conselheira de Empresas e copresidente do Conselho do Sistema B

Tarcila Ursini é pioneira em incorporar a sustentabilidade à estratégia, gestão, inovação e cultura, ao ecossistema dos negócios e dos conselhos no Brasil. Para ela, as organizações estão diante de um novo paradigma: o lucro é indissociável do cuidado com as pessoas e com o planeta. Atualmente, é conselheira na Korin, na Lwart Soluções Ambientais e na JSL/Vamos/Movida, já tendo passado por conselhos e comitês de conselhos de grupos como Vivara, Santander, Dexco e Grupo Baumgart . É também muito ativa em organizações da sociedade civil, sendo copresidente do Conselho do Sistema B Brasil, embaixadora da BlackJaguar Foundation e do Chapter Zero/Climate Governance Brazil, conselheira do Instituto Ethos e da Fundação José Luiz Setúbal. É também professora nos cursos de formação de conselheiros no IBGC e na FIA. Tem mestrado em Sustentabilidade pela Kings College, em Londres, com estudos no IBGC, e graduação em Economia pela USP e em Direito pela PUCSP.

Ticiana Rolim Queiroz

Fundadora e presidente da Somos Um

Ticiana Rolim é uma empreendedora social, investidora de impacto, esposa e mãe de três filhos. Graduada em Administração de Empresas pela Universidade de Fortaleza (UNIFOR) e com MBA em Gestão de Negócios pelo IBMEC.

Durante 21 anos atuou como Diretora da C. Rolim Engenharia, destacando-se pelo compromisso com a Responsabilidade Social e Ambiental. Atualmente, Ticiana ocupa o cargo de Vice-Presidente do Conselho da empresa.

Ticiana é fundadora e presidente da Somos Um, uma articuladora de negócios de impacto que busca fortalecer o ecossistema de negócios sociais no Ceará, idealizadora do Zunne, um programa de investimento em impacto em parceria com Yunus Social Business e Trê Investindo com Causa, e co-fundadora do Estímulo 2020, que mobilizou R$ 165 milhões em apoio a pequenos empreendedores no Brasil. Também é co-fundadora do EllaImpacta, uma Facility de Investimento que visa fortalecer as mulheres, por meio do acesso à capital e idealizadora do evento CONEXÃO ODS em parceria com o Pacto Global da ONU.

Além disso, Ticiana desempenha papéis importantes como Diretora da EDISCA e Conselheira da Escolinha SOL. Ela também é Conselheira da Coalizão pelo Impacto do ICE, um programa que mobiliza recursos significativos para fomentar o ecossistema de negócios de impacto no Brasil.

Viviana Santiago

Diretora Executiva da Oxfam Brasil

Viviana Santiago é negra, mulher, nordestina, professora e mãe. Apaixonada por educação, desenvolveu sua carreira em articulação com as organizações da sociedade civil e nos movimentos sociais. Atua no enfrentamento ao racismo, promoção  de igualdade de gênero, promoção de equidade racial, garantia dos direitos da criança e do adolescente, defesa dos direitos humanos. Feminista, ativista dos movimentos de mulheres negras, Atualmente, é Diretora Executiva da Oxfam Brasil, Sócia do Geledés- Instituto da Mulher Negra; conselheira do Instituto Febre, da organização ACT Promoção de Saúde, do Museu da Língua Portuguesa, Museu do Futebol e da organização social Serenas, além de ser colunista da Revista AzMina e do Portal Lunetas.