Karine Bueno

Karine Bueno lidera a prática de Sustentabilidade no Santander Brasil, que inclui a expansão da carteira de Finanças Sustentáveis, a excelência do desempenho ESG do próprio Santander e Iniciativas Sociais e de Voluntariado. Com 20 anos de experiência no setor privado e ONGs, é também Diretora do Comitê de Sustentabilidade da Febraban e Conselheira do Pacto Global da ONU e do CEBDS – Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável. Sua formação inclui especializações em Sustainable Business – (Massachusetts Institute of Technology), Early Childhood Development – (Universidade de Harvard), pós-graduação em Psicologia Social (Escola de Sociologia e Política de São Paulo) e Bacharelado em Psicologia (Universidade Mackenzie). Nos últimos 3 anos, o Santander Brasil aumentou sua carteira de Finanças Sustentáveis ​​em mais de 500%, atingindo R $ 13,6 bilhões e inovando em mecanismos como, Empréstimos vinculados ao ESG, Transition Bonds, entre outros. O conhecimento do Santander ESG conta com especialistas para apoiar nossos clientes na transição para uma economia de baixo carbono e mais inclusiva.

Gustavo Montezano

Mestre em Economia pela Faculdade de Economia e Finanças (IBMEC-RJ) 2007 e
graduado em Engenharia Mecânica e de Automóvel pelo Instituto Militar de Engenharia
(IME-RJ) 2003. Atuou como COO da ECTP (BTG Commodities), baseado em Londres, e anteriormente era o sócio-diretor do BTG Pactual responsável pela divisão de crédito
corporativo e estruturados, em São Paulo. Iniciou sua carreira como analista de Private
Equity no Opportunity no Rio de Janeiro. Ocupou o cargo de Secretário Especial Adjunto de Desestatização, Desinvestimento e Mercados do Ministério da Economia. Atualmente ocupa o cargo de Presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES.

Philip Yun

Philip Yun é Presidente e CEO da World Affairs. Anteriormente, foi Diretor Executivo e Diretor Operacional do Plowshares Fund. Antes de ingressar no Plowshares Fund, ele foi vice-presidente da The Asia Foundation (2005-2011), bolsista da Pantech em Estudos Coreanos no Shorenstein Asia Pacific Research Center da Stanford University (2004-2005) e vice-presidente de private equity empresa de H&Q Ásia-Pacífico (2001-2004).

Yun integrou o Departamento de Estado dos EUA (1994-2001), atuando como Conselheiro Sênior do Secretário de Estado Assistente para Assuntos do Leste Asiático e do Pacífico.

Antes de atuar no governo, Yun exerceu advocacia nas empresas Pillsbury Madison & Sutro, em São Francisco, e Garvey Schubert & Barer, em Seattle. Ele também foi consultor jurídico internacional na empresa Shin & Kim em Seul, Coréia.

Yun estudou na Brown University e na escola de direito da Columbia University. Ele é membro do Conselho de Relações Exteriores e membro do Conselho de Supervisores do Instituto Watson de Estudos Internacionais da Brown University.

Beatriz Bracher

Beatriz Bracher, paulista, 59 anos, é escritora, roteirista e foi uma das fundadoras da Editora 34 e da Chão Editora. Publicou os romances Antonio e Anatomia do Paraíso, é co-autora dos roteiros de Os Inquilinos e O Abismo Prateado. No início desse ano criou o Instituto Galo da Manhã.

Eduardo Giannetti

Economista formado na Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA) e em Filosofia pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) ambas da Universidade de São Paulo. Doutorado em economia pela Universidade de Cambridge, onde foi professor entre 1984 e 1987 e de 1988 a 2001. Lecionou na FEA/USP e no Insper. É autor de diversos livros e artigos, tendo ganhado dois prêmios Jabuti: em 1994, com o livro ‘Vícios privados, benefícios públicos?’ (Cia. das Letras, 1993) e, em 1995, com ‘As partes & o todo’ (Siciliano, 1995).

Matthew Bishop

Matthew Biship foi escritor e editor da The Economist por mais de 25 anos. Entre 2018 e 19, ele liderou o Bellagio Center da Rockefeller Foundation, no Lago Como, na Itália, focado em reunir pessoas para o enfrentamento de alguns dos maiores desafios do mundo.

Com uma variedade de papéis como jornalista, editor e liderança, Matthew se comprometeu a transformar boas ideias em ações potentes. Bishop co-fundou o Social Progress Index, ajudou a lançar a campanha #GivingTuesday e foi membro da Força-Tarefa do G8 sobre Investimento de Impacto Social. Atualmente está envolvido com o projeto Catalyst 2030. Matthew é co-autor de vários livros influentes, incluindo (com Michael Green) ‘Philanthrocapitalism: How Giving Can Save the World’, descrito como o “guia definitivo para uma nova geração de filantropos” por Mike Bloomberg e apresentado por um prefácio de Bill Clinton.