Fundação André e Lúcia Maggi – FALM

A Fundação André e Lúcia Maggi (FALM) foca suas ações sociais na transformação de pessoas e comunidades para o desenvolvimento sustentável. O IDIS apoiou tecnicamente a Fundação capacitando a sua equipe. Na área de implantação de projetos o IDIS realizou o diagnóstico local dos municípios de interesse para a implantação de seus projetos, o relacionamento com a comunidade e a avaliação e monitoramento de seus projetos.

Avaliação de impacto

E em 2015 e 2016, o IDIS realizou a Avaliação SROI da Casa Maggica, iniciativa da Fundação André e Lúcia Maggi na cidade de Rondonópolis-MT. A Casa tem o objetivo de contribuir para o desenvolvimento integral de crianças e adolescentes de 7 a 16 anos por meio de atividades de contra turno escolar. O trabalho realizado pelo IDIS apresentou os resultados da Casa Maggica por meio da Avaliação do Retorno Social. A taxa de retorno social do investimento do Projeto Casa Maggica é
R$ 3,22, ou seja, para cada R$ 1 investido.

 

O processo contribuiu para a identificação de potenciais pontos de aprimoramento e focos prioritários, e para apoiar o planejamento estratégico e o processo de tomada de decisões da Fundação quanto aos desdobramentos, continuidade e expansão da Casa Maggica. Para a verificação das mudanças que ocorreram nos principais stakeholders do projeto e o levantamento de proxies financeiras para valoração dos impactos, a equipe do IDIS foi a campo em dois momentos e realizou grupos focais com crianças e adolescentes atendidos pela Casa Maggica, familiares e entrevistas com educadores do projeto e professores das escolas parceiras. Conheça aqui o relatório completo.

GOVERNANÇA

Em fevereiro de 2021, a Fundação André e Lucia Maggi propôs um workshop aos membros de seus Conselhos Curador e Fiscal sobre melhores práticas de governança de fundações empresariais. Realizado pelo IDIS, o intuito da capacitação era ampliar e atualizar o conhecimento dos membros, esclarecendo papéis e atribuições dos órgãos de governança .

Em formato online, devido à pandemia da COVID-19, o workshop contou com ampla participação dos conselheiros, que comemoraram os avanços já implementados na governança da FALM e discutiram pontos de melhoria na adoção de melhores práticas. Ao longo das conversas foi evidenciado que a evolução da governança é sempre um contínuo processo.

“É nítido e notório o processo evolutivo que temos percebido desde 2015 quando implantamos formações internas para o tema. Em 2021, com a atuação mais direta e suporte do IDIS, percebemos que o sentimento de pertencimento, de querer contribuir realmente para a organização se faz presente em todos os conselheiros da FALM. Isso nos enche de entusiasmo, pois estamos colhendo frutos para a perenidade da organização”, comenta Aletéa Rufino, Gerente de Investimento Social da FALM.

 

SOBRE A Fundação André e Lucia Maggi

A Fundação André e Lucia Maggi é a instituição sem finalidade econômica responsável pela gestão do Investimento Social Privado (ISP) da AMAGGI, nos municípios onde a empresa está presente. A organização tem a missão de “contribuir para o desenvolvimento local e humano”, e a visão é de “transformar pessoas e comunidades para o desenvolvimento sustentável”. Seus programas e projetos buscam contribuir para o desenvolvimento local e territorial, engajamento das lideranças, capacitação de instituições sociais.