#FórumIDIS: Blended Finance: uma nova fórmula para gerar impacto social

O conceito de Blended Finance, que pressupõe um modelo de finanças mistas que visa minimizar os riscos com juros baixos, foi apresentado pela primeira vez em 2015 com a perspectiva de potencializar os negócios e estimular o crescimento sustentável. Até agora, no Brasil, foram realizadas cerca de 19 operações ancoradas neste conceito. Mas no mundo, já são 500 bilhões de dólares mobilizados em diferentes países, envolvendo bancos, instituições, famílias, entre outros atores.

Para Marco Gorini, sócio da Din4mo, sem mobilizar o capital privado não há condição de financiar a Agenda de 2030. “É preciso uma migração para uma economia e sociedade de causas, que tenham integridade, coerência e o Blended é uma forma de fazer isso acontecer”, afirma. Destaca também que o potencial de sucesso desses mecanismos é imenso.

A sócia do Mattos Filho Advogados, Flávia Regina de Souza Oliveira, avalia que para os filantropos e investidores financeiros o Blended Finance é inovador, traz a união do capital por uma única causa: melhorar as questões socioambientais.

“Nunca é demais termos novos meios para atrair capitais”, comenta Flávia. É importante olhar para a governança e a estruturação jurídica desses recursos para fomentar negócios de impacto. Segundo os dois palestrantes, o Blended Finance mostra que isso é possível e faz com o que o investidor tenha mais apetite para arriscar.

No fechamento do painel, moderado pela gerente de projetos do IDIS, Andrea Hanai, ficou clara a necessidade de colocar governo, investidores, terceiro setor e sociedade na mesma página e que devem ser superados desafios relacionados ao ambiente regulatório, à governança e à definição de indicadores de resultados. A filantropia é o alicerce para gerar as evidencias e tornar o mecanismo mais popular e efetivo.

Leia também:   IDIS e Folha reúnem especialistas em seminário sobre Cultura de Doação

Confira aqui a sessão na íntegra:

O Fórum Brasileiro de Filantropos e Investidores Sociais é realizado pelo IDIS – Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social com o Global Philanthropy Forum. São parceiros ouro desta edição Fundação José Luiz Egydio Setubal e Santander, e parceiros bronze BID – Banco Interamericano de Desenvolvimento, BNP Paribas Asset Management, Bradesco Private Bank, Instituto ACP, Mattos Filho Advogados e Movimento Bem Maior.