IDIS e iFood falam sobre campanha contra a fome no Twitter do Ação da Cidadania

Como parte da campanha do Pacto pelos 15% da Ação da Cidadania, Paula Fabiani, CEO do IDIS, participou de uma conversa junto da Flavia Rosso, gerente de sustentabilidade no iFood, moderado pro Nathália Dias, produtora de conteúdo da Ação da Cidadania.

A campanha Pacto pelos 15 busca trazer conscientização acerca do agravante dado que 15% da população brasileira está passando fome, aproximadamente 33 milhões de pessoas.

Ao longo da conversa, Paula Fabiani traz uma avaliação sobre essa situação socioeconômica e como empresas e sociedade podem se engajar. “Na última pesquisa que a gente fez sobre o comportamento do doador, a gente vê um crescimento expressivo, muito por causa da pandemia. Na doação para campanhas, o brasileiro está se engajando mais em campanhas”, comenta.

Confira a entrevista na íntegra no Twitter do Ação da Cidadania:

 

O poder das empresas no combate à miséria

A edição de agosto de Época NEGÓCIOS foi lançada como um especial na temática “O papel das empresas no combate à miséria”, na qual há um panorama sobre quais as empresas tem conseguido inovar na busca de resultados que realmente olhem para o ‘S’ (social) da pauta ESG.

A realidade brasileira não é simples e tampouco as soluções para garantir sua evolução. Recentemente, por exemplo, o Brasil chegou ao número de 33 milhões de pessoas passando fome – o que representa 15% da população. E quando falamos de parâmetros ESG, a grande maioria das métricas foram pensadas e feitas em países desenvolvidos. Então, geralmente elas trazem questões “E” (ambientais) mais fortes, e o “S” (sociais) enfraquecido, uma vez que o bem estar social nesses locais acompanha o desenvolvimento econômico desses países. Ou seja, no caso do Brasil, se seguirmos a mesma lógica da Europa ou dos Estados Unidos, o nosso problema com o “S” será maior, tendo em vista os números de desigualdade socioeconômica que atingem a população brasileira.

A reportagem da Época apresenta cases de empresas, organizações e personalidades que tem buscado resultados tangíveis para esse S, procurando gerar impacto social positivo através de suas práticas e que, sendo assim, merecem ser observados e replicados.

O IDIS foi uma das organizações entrevistadas para o especial, sendo referência em filantropia estratégica no Brasil desde sua fundação e ressaltou a importância a necessidade de colaboração entre setores nesse processe de mudanças.

A reportagem completa pode ser encontrada na versão física da revista, no site época negócios para assinantes ou no App Globo+.

Paula Fabiani e Andrea W. comentam queda de doações de alimento em jornais da Globo

De acordo com reportagem veiculada no Jornal Nacional no dia 09 de junho, as doações de alimentos caíram 80% em todo o Brasil desde o início da pandemia. Em contrapartida, a procura pelos alimentos dobrou. Algumas entidades estão tendo que montar cestas básicas com menos produtos para seguir com as doações à população que mais necessita.

Em entrevista, Paula Fabiani, CEO do IDIS, ressalta o quanto é importante que a temática da fome seja enfrentada por todos: governo, empresas e organizações da sociedade civil. De forma que seja possível criar iniciativas que atinjam a maior parte da população mais rapidamente.

Assista à reportagem completa: 

O mesmo assunto da queda na doação de alimentos foi destaque também no Jornal Hoje. A consultora associada  do IDIS, Andrea Wolffenbüttel comentou sobre como a crise econômica e social que vem ocorrendo no país tem dificultado que esses números cresçam. “Muitas das pessoas que antes tinha esse poder aquisitivo para doar, se tornaram dependentes de doação” , destacou.

IDIS participa do programa Capital Natura sobre desigualdade social

No programa Capital Natural, Paula Fabiani, CEO do IDIS, participou de uma conversa com Preto Zezé, presidente nacional da CUFA – Central Única das Favelas e Igor Alexsander Amorim, pastor evangélico em Paraisópolis e coordenador do G10 Favelas com mediação do apresentador Pablo Ribeiro.

Entre os assuntos, está a volta do Brasil ao mapa da fome da ONU e as ações solidárias dentro das comunidades mais vulneráveis e da sociedade civil, voltadas ao combate às desigualdades.

Saiba como doar no combate à fome e na pandemia.

Confira a parte I  do  programa na íntegra que foi ao ar em 24 de abril de 2021:

Parte II: