Carta aberta ao Senador Vanderlan Cardoso em defesa dos Fundos Patrimoniais

Signatários da Coalizão pelos Fundos Filantrópicos, grupo multissetorial composto por mais de 110 organizações da sociedade civil e outras instituições e que almeja fortalecer o ambiente regulatório para este mecanismo, se manifestou publicamente mais uma vez em apoio ao Projeto de Lei (PL) 2.440/23, elaborado pelo Senador Flavio Arns e relatado pela Senadora Profa. Dorinha Seabra na Comissão de Educação (CE).

O pronunciamento é endereçado ao Senador Vanderlan Cardoso, presidente da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado Federal, atividade legislativa em que o PL deve ser pautado nas próximas semanas. O PL 2.440/23 busca complementar a Lei 13.800/19 dos Fundos Patrimoniais Filantrópicos, partindo das ideias do projeto original, e incluindo medidas consideradas imprescindíveis à uma adequada regulamentação da tributação dos Fundos Patrimoniais. A proposta já foi aprovada pela Comissão de Educação do Senado Federal.

Com a aprovação do PL, avançamos para alcançar o potencial de impacto dos Fundos Patrimoniais Filantrópicos no Brasil.

Leia a carta completa e conheça todos os signatários 

IDIS é um dos apoiadores do Festival ABCR 2024!

O Festival ABCR, a maior conferência de captação de recursos da América Latina, chega em sua décima sexta edição. Este ano, o Festival tem o tema Inovando a Captação de Recursos e contará com mais de 70 palestras de 5 diferentes eixos temáticos, além de mentorias e uma grande área de exposições.

O evento será realizado nos dias 1 e 2 de julho, em São Paulo, e o IDIS é um dos apoiadores institucionais da iniciativa, que promete ultrapassar fronteiras e conectar profissionais de captação de recursos, líderes e inovadores do Terceiro Setor. A inscrição é paga, mas ganhe um desconto especial com o nosso cupom IDIS634. Para usá-lo, basta incluir no momento em que realizar a inscrição no site.

Festival ABCR 2024

  • Quando: Dia 1 e 2 de julho 2024, das 9h às 17h.
  • Onde: Evento presencial em São Paulo.
  • Inscrição: Paga. Utilize o cupom IDIS634 para obter desconto e inscreva-se no link.

Sobre a ABCR

A ABCR – Associação Brasileira de Captadores de Recursos, fundada em 1999, é uma associação civil sem fins lucrativos, que atua pela promoção da sustentabilidade do Terceiro Setor e pelo desenvolvimento da captação de recursos das organizações da sociedade civil. Atualmente nossa rede de associados é composta por mais de 400 membros em quase todos os Estados do país.

Atuação da FEAV recebe destaque na Folha de Valinhos

A alocação de recursos por meio de emendas parlamentares é uma grande ferramenta para impulsionar o desenvolvimento comunitário. Em Valinhos, interior do estado de São Paulo, organizações sociais vão receber repasse de R$ 6,5 milhões de reais.

O valor permitirá o investimento em estrutura e outras demandas das organizações apoiadas pela FEAV – Fórum das Entidades Assistenciais de Valinhos, que integra o programa Transformando Territórios, iniciativa do IDIS com apoio da C.S. Mott Foundation.

Em entrevista a Folha de Valinhos, Whilla Castelhano, Gerente do programa Transformando Territórios, enfatizou a relevância do ocorrido para o desenvolvimento social da região.

“A atuação da FEAV como mediadora entre as necessidades da comunidade e o poder público demonstra o potencial das parcerias colaborativas na promoção do desenvolvimento local. Esse modelo de articulação e interação reflete um dos princípios fundamentais dos institutos comunitários que é a crença na força das ações colaborativas para impulsionar mudanças de longo prazo”

Confira a matéria na integra.

Matéria também esteve presente na versão impressa do jornal

IDIS participa de evento global com painel sobre Fundações e Institutos Comunitários

Inscreva-se gratuitamente e participe do evento clicando aqui!


Entre os dias 6 e 10 de maio acontecerá a 5ª edição da
Catalysing Change Week (CCW), considerado o maior evento global liderado por organizações da sociedade civil e empreendedores sociais. Neste ano, o tema é “Building the Social Innovation Sector” ou, em Português, “Construindo o Setor de Inovação Social”

 

Com o propósito de inspirar atitudes que contribuam para o alcance dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), o evento – que ocorre de forma online – reunirá atores do ecossistema de impacto socioambiental. Entre os participantes estão representantes do setor privado, de governos, de organizações da sociedade civil e filantropos. Ao longo de toda a semana, compartilharão suas experiências e conhecimentos com foco em acelerar sistemas colaborativos de mudança.

 

Sobre a participação do IDIS

Fundações e Institutos Comunitários: Mudança de paradigma no 3º setor brasileiro

      • Quando: Dia 6 de maio de 2024, das 10h às 11h.
      • Onde: Evento online no site Catalyst 2030 (É necessário fazer registro para acompanhar as sessões).

Participam da sessão:

      • Carlos Jorge – Diretor da Mundaú Mundo
      • Eduardo Cetlin – Diretor da Associação Nossa Cidade
      • Karine Ruy – Diretora da Fundação Gerações
      • Moderação: Felipe Groba – Gerente do projetos do IDIS 

 

Membro fundador do Capítulo brasileiro do Catalyst 2030, o IDIS, mais uma vez, estará presente no evento. Neste ano, o painel liderado pela organização será “Fundações e Institutos Comunitários: Mudança de paradigma no 3º setor brasileiro”.

Os modelos de fundações e institutos comunitários destacam-se como peças-chave para promover a consolidação e impulsionar as organizações sociais existentes, dedicando-se ao entendimento territorial e atuando em diversas causas por meio do financiamento de iniciativas sociais. Essas organizações desempenham um papel crucial no fortalecimento de parcerias e investimentos estratégicos, apresentando um notável potencial de crescimento e apoio ao setor social brasileiro.


A conversa terá mediação de Felipe Groba, Gerente de projetos do IDIS, que, com apoio da Charles Stewart Mott Foundation, é responsável pelo programa Transformando Territórios, iniciativa que fomenta a criação e fortalecimento de Institutos e Fundações Comunitárias no Brasil.

 

Entre os palestrantes confirmados está Carlos Jorge, diretor da Mundaú Mundo, instituto comunitário que atua no estado de Alagoas, desenvolvendo, capacitando, empoderando e fortalecendo as organizações, sendo propulsoras de transformação, inovação e impacto social nos territórios que atuam para a redução das desigualdades sociais.

 

Eduardo Cetlin, diretor da Associação Nossa Cidade (ANC), participará da sessão também. A associação se destaca pelo desenvolvimento do Fundos Regenerativos, uma tecnologia social para implantação de fundos comunitários em pequenos territórios que será aplicada nas cidades da Região Metropolitana de Belo Horizonte.


Karine Ruy, diretora da Fundação Gerações, finaliza o quadro de palestrantes da sessão. Entidade da sociedade civil criada em 2008, na cidade de Porto Alegre, a Fundação Gerações, em consonância com a sua missão, dedica-se a fomentar iniciativas, processos e projetos que fortaleçam a sociedade gaúcha.

Todos os participantes integram o programa Transformando Territórios.

 

As inscrições para assistir à sessão já estão abertas! Registre-se aqui.

 

OUTRA SESSÕES EM PORTUGUÊS NA CATALSYING CHANGE WEEK 2024

Além do IDIS, haverá uma série de outras sessões, incluindo também outros brasileiros. Confira abaixo e para inscrever-se, clique aqui.

A Catalysing Change Week é organizada pelo Catalyst 2030 e conta com mais de 250 sessões e atividades propostas por pessoas de diferentes partes do mundo. O objetivo é identificar soluções locais para questões globais e ampliar o debate e o conhecimento sobre as boas práticas desenvolvidas mundialmente.

 

 

 

A semana é uma oportunidade para engajar, advogar e estimular o ecossistema do empreendedorismo social. Esperamos você!

Instituto Comunitário Paraty reuniu organizações da região para desenvolvimento territorial

As organizações que apoiam a criação do Instituto Comunitário Paraty (ICP) reuniram-se nos dias 2 e 3 de abril em Paraty (RJ) com o objetivo de fazer planejamento para o ICP, trazer parceiros e também potenciais doadores para as atividades futuras. Os anfitriões foram as lideranças comunitárias Andreia Estrella e Ricardo Zuppi, que estavam conduzindo o início do ICP.

Registro do encontro em Paraty (RJ)

O ICP conta com o apoio do IDIS – Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social por meio do programa Transformando Territórios. Esta iniciativa do IDIS com apoio da Charles Stewart Mott Foundation fomenta a criação e fortalecimento de Institutos e Fundações Comunitárias no Brasil, com o engajamento de doadores e sociedade civil, compartilhamento de conhecimento e apoio técnico.

“A construção coletiva de um instituto comunitário é vital. Uma organização que funciona nesse modelo territorial é capaz de identificar problemas e endereçá-los de forma eficiente”, explica a gerente de projetos do IDIS, Whilla Castelhano, que lidera o Transformando Territórios.

 

“A presença próxima do IDIS e de sua equipe técnica com toda sua experiência, repertório, conteúdo e conexões nos deixa cada vez mais fortalecidos e seguros na criação e operação do Instituto Comunitário Paraty. Temos a clareza que essa parceria com o Transformando Territórios trará muita transformação e impactos positivos no território de Paraty, pois está nos orientando na prática a fazer nascer o instituto. O encontro nos possibilitou muita troca e aprendizado. Paraty e todo o mundo ganha uma vez que potencializando o desenvolvimento socioambiental local, garantimos que esse Patrimônio Misto da Humanidade (UNESCO) continue ser tão especial para todas as gerações futuras.” Afirma Ricardo Zuppi.

O que são institutos e fundações comunitárias?

Institutos e Fundações comunitárias são associações que atuam em prol de um território geográfico delimitado, seja este um bairro, cidade ou região, com visão de longo prazo e buscando o impacto sistêmico para o desenvolvimento da região. São protagonistas da interlocução entre organizações e iniciativas sociais com os doadores, sociedade civil e poder público, promovendo transparência e engajamento.

Estas organizações atuam como grantmakers, ou seja, financiam projetos e iniciativas sociais em múltiplas causas para endereçar as demandas e prioridades da região. Além disto, Institutos e Fundações Comunitárias fortalecem o terceiro setor da região com capacitações e apoio técnico, investem na produção de conhecimento e fomentam a cultura de doação no território onde atuam.

 

Sobre o Instituto

O Instituto Comunitário Paraty – ICP, tem o objetivo de atuar no desenvolvimento comunitário e no ecossistema socioeducacional e socioambiental da cidade, promovendo a articulação entre organizações da sociedade civil, poder público, doadores e população. Através do financiamento de iniciativas locais e fortalecimento de redes, acreditamos no potencial transformador e no impacto local que poderemos criar no curto, médio e longo prazo.

Sobre o Transformando Territórios

 

O Programa Transformando Territórios é uma iniciativa do IDIS – Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social – com a Charles Stewart Mott Foundation que tem como missão fomentar a criação e o fortalecimento de Institutos e Fundações Comunitárias no Brasil, com o engajamento de doadores e sociedade civil, compartilhamento de conhecimento e apoio técnico. São parceiros institucionais BrazilFoundation e GIFE.

Institutos e Fundações comunitárias tem se consolidado como um importante arranjo institucional para o desenvolvimento social e endereçamento das variadas demandas dos territórios, seja este um bairro, cidade ou região, com visão de longo prazo e buscando o impacto sistêmico para o desenvolvimento da região. São protagonistas da interlocução entre organizações e iniciativas sociais com os doadores, sociedade civil e poder público, promovendo transparência e engajamento. Estas organizações atuam como grantmakers, ou seja, financiam projetos e iniciativas sociais em múltiplas causas para endereçar as demandas e prioridades da região e fortalecem o terceiro setor da região com capacitações e apoio técnico, investem na produção de conhecimento e fomentam a cultura de doação no território onde atuam.

Atualmente o Programa Transformando Territórios é composto por 17 fundações e institutos comunitários oriundas de várias regiões do Brasil, localizadas em 10 estados.

Saiba mais sobre o programa e os participantes em transformandoterritorios.org.br

 

FEAV: Intensificando parceiras com o poder público para o desenvolvimento territorial

Influenciar políticas públicas é uma das frentes de atuação das fundações e institutos comunitários (FICs), pois elas conhecem de perto as vulnerabilidades do território em que atuam. Focada em promover o desenvolvimento de Valinhos – município com mais de 126 mil habitantes no interior do estado de São Paulo, próxima à cidade de Campinas – a FEAV – Fórum das Entidades Assistenciais de Valinhos é um instituto comunitário que atua na união e fortalecimento regional e enxergou nessa missão o potencial para alavancar mudanças duradouras no território.

Graças ao longo período de interlocução da entidade com o poder público, em um acordo histórico para a cidade, as organizações apoiadas pela FEAV receberão da prefeitura, por meio de emendas impositivas, cerca de 6,5 milhões de reais, um valor que permitirá o investimento em estrutura e demandas organizacionais dos projetos apoiados.

Materiais adquiridos com o valor conquistado por meio das emendas

As tratativas que tiveram início em outubro de 2022 impulsionaram a criação de uma emenda parlamentar impositiva sobre o Projeto de Lei do Orçamento do município para 2023. Com apoio total dos 17 vereadores do município, foi decidido que as verbas dos vereadores deveriam ser 50% destinadas à saúde e 50% a Organizações da Sociedade Civil em projetos específicos.

A presidente da FEAV, Eliane Macari, conta que a entidade se dedicou a estudar como os projetos sociais poderiam ser criados e ter sucesso para serem contemplados com os recursos da emenda impositiva. Os recursos foram destinados a melhorias, seja ampliação da sede, compra de equipamentos ou aquisição de veículo para transporte dos assistidos, que já estão sendo aplicados.

 

“A outra fatia do orçamento da emenda para a saúde também contemplou as organizações sociais apoiadas que têm atendimento nesta área, como a Santa Casa, a APAE, ACESA e o Grupo Rosa e Amor. Com essa atitude, a Câmara Municipal faz o reconhecimento do valor e da relevância do trabalho das instituições para Valinhos”, comemora Eliane.

 

A atuação em rede e a articulação com o poder público promovidas pela FEAV é um dos nove princípios que guiam o papel e a operação de institutos comunitários. Sua diretriz é: “Acreditamos na força das ações colaborativas como meio para se alcançar o desenvolvimento de longo prazo das comunidades sendo, desta forma, amplamente valorizada a articulação e o cultivo de parcerias com representantes dos setores público, privado e social.”

 

A HISTÓRIA DA FEAV

A história da FEAV começa em 2013 numa iniciativa de um grupo de organizações sociais já estabelecidas em Valinhos que buscava fortalecer a representatividade junto ao poder público e à sociedade civil. Em 2015, oficialmente constituída e registrada, se elegeu uma diretoria e deu início às atividades com palestras, eventos e leilões para lançar a organização e, já no papel de grantmaker angariar fundos para dar suporte e proporcionar o fortalecimento das associadas.

Em 2021, a FEAV foi reconhecida pela Câmara Municipal como entidade de utilidade pública e a prefeitura cedeu, por cinco anos, um imóvel público para a instalação da sede.

Casarão histórico abriga a sede da instituição

Nesse período, teve início o diálogo com o IDIS e a C.S. Mott Foundation e assim a FEAV começou a integrar o então recém-criado Programa Transformando Territórios, que fomenta a criação e o desenvolvimento de Fundações e Institutos Comunitários no Brasil.

A presidente explica que a FEAV passou por um processo de diagnóstico e, a partir disto montou-se o planejamento estratégico e o plano de captação de recursos da entidade.

“Atualizamos nosso estatuto e contratamos uma pessoa para ficar na sede fazendo atendimento ao público, presencialmente ou por telefone e e-mail. Estamos trabalhando em criar canais de comunicação com nossos públicos, construindo uma trajetória de transparência nos resultados. Podemos dizer que, hoje, a credibilidade é um de nossos pontos fortes”, conta, ressaltando que a FEAV tem parcerias não somente com a administração municipal, mas com empresas, instituições de ensino, condomínios, escolas e outras entidades de Valinhos. Atualmente são 10 OSC´s associadas a FEAV.

 

PROJETOS DE BASE LOCAL DA FEAV

O foco da atuação da FEAV acontece em cinco áreas prioritárias:

    • Infância e Adolescência
    • Inclusão produtiva de jovens
    • Inclusão social e produtiva de pessoas com deficiência
    • Terceira Idade
    • Direitos da mulher (saúde e inclusão produtiva)

 

Outros investimentos captados pela organização em 2022 foram direcionados a um projeto de desenvolvimento de jovens lideranças locais e estímulo ao empreendedorismo social, o Protagonistas do Futuro. Foram selecionados 20 alunos de escolas públicas e/ou atendidos por organizações sociais de Valinhos com idade entre 15 e 16 anos. Divididos em grupos, eles receberam um capital-semente para criar soluções para problemas vividos pelos próprios jovens em suas escolas. Um deles, por exemplo, transformou uma sala de aula convencional de uma escola estadual em um espaço de vivências e aulas diferenciadas.

Outro programa da FEAV que se destaca é o JovemTEC, curso gratuito de preparação de jovens de escolas públicas, municipais e estaduais para os vestibulinhos de escolas técnicas. O programa é viabilizado com aporte financeiro da multinacional alemã Eagle Burgmann, que tem uma unidade no município. A primeira turma, iniciada em setembro de 2022, teve duração de 15 meses, foi finalizada em novembro de 2023 e 18 jovens ingressaram nos colégios técnicos de Campinas e região.

Programa JovemTEC foi homenageado na Câmara Municipal de Valinhos

Desde 2023, o foco da FEAV é oferecimento de capacitações em práticas do Terceiro Setor, fortalecendo ainda mais as instituições apoiadas.

 

“Também estamos montando uma proposta de um fundo para investimentos junto às empresas da cidade e um programa de fomento ao voluntariado”, conta. “Sempre desejei que a FEAV chegasse não a oito anos, mas aos 80 e além. Com o apoio técnico e o aporte do Programa Transformando Territórios, estamos estruturando nossas práticas de governança”, destaca Eliane.

 

Ainda, em 2023 a FEAV recebeu a doação de uma propriedade da Fundação FEAC, para onde transferiu sua sede e ainda com a possibilidade tornar o espaço como um hub para que as OSC´s e Coletivos possam aplicar seus projetos e utilizar o espaço, para conhecer mais sobre essa história, acesse este link.

 

Informações do Território 

  • Território de atuação: Valinhos, cidade na Região Metropolitana de Campinas, interior do estado de São Paulo, com 148,5 km².
  • População segundo o Censo de 2022: 373 mil habitantes. Cerca de 2 mil pessoas já foram beneficiadas pelos projetos das organizações apoiadas pela FEAV.
  • Número de OSCs do território: 10 (dez) OSCs, todas associadas à FEAV.
  • Causas prioritárias mapeadas pela FIC: Infância e Adolescência, Inclusão produtiva, Pessoa com deficiência, Terceira Idade.
  • Desafios regionais: Embora Valinhos seja uma cidade com bons indicadores sociais – foi eleita a melhor do Brasil nessa categoria na 2ª edição do Anuário Melhores Cidades do Brasil 2022, da Revista Isto É – um dos desafios é a assistência à população que reside em áreas mais remotas de Valinhos. Do território total, 65 km² integra a área rural.

 

A FEAV integra o programa Transformando Territórios, uma iniciativa do IDIS – Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social – com a Charles Stewart Mott Foundation para fomentar a criação e o fortalecimento de Institutos e Fundações Comunitárias no Brasil.

 

Quer saber mais sobre a FEAV? Acesse o site.

Para conhecer mais sobre os Princípios e características das Fundações e Institutos Comunitários, acesse a Carta de Princípios através deste link.

Saiba mais sobre o programa Transformando Territórios e como apoiá-lo.